terça-feira, 13 de julho de 2010

O contínuo

Perguntaram-me:
- Aonde está o contínuo?
-Não sei, não o vi - respondi.

Não o vi, não porque ele não exista, embora façam questão de querer tornar isto uma verdade. Mas sim porque está em todos os lugares em todo o tempo. É onipresente, sem nenhuma presença, é apenas o contínuo...
Contínuo é um adjetivo, algo que deveria dar qualidade às coisas. E era exatamente isso, às coisas. De acordo com o dicionário :"máquina, ininterrupto, sucessivo, que não pára"
Não pára de fazer, não pára de ir e vir, buscar, levar, carregar,guardar...
É uma máquina de prestar serviço. É um contínuo, em um mundo que insiste em não valorizá-lo, em não pará-lo.
É um contínuo... Mas está imóvel em sua constante mobilidade.
Não pára nunca, nem ao menos pra pensar em se mover desse "lugar".
E isto, isto sim é contínuo.

7 comentários:

Taís Pereira Lisbôa disse...

muito lindo.

Tyciara Olvieira: disse...

Olá Natalia!
Quanto tempo nao venho no seu blog, passou o periodo de abandono no meu, parei pra focar nos estudos e conseguir chegar no meu objetivo.
Agora estou de volta, mudei a cara do blog (tava muito teen, ja que a ultima vez de atualização foi em 2007, rs)
O seu blog tá lindo, show com sempre!!

Beijos

disse...

Quanto tempo mesmo! Bom te ver de volta.
Que bom que gostou do texto. É melancólico, mas verdadeiro, e mostra os ritos de passagem da vida.
Pode "roubar" o texto da Lispector, sim xD

Prometo que venho com mais calma e comento o que você escreveu, ok?

Abraços

disse...

Contínuo me deu a idéia de algo progressivo, mas, se fosse progressivo, em algum momento migraria para algo diferente, não sendo uma mera vítima da inércia. Mas é essa a essência, certo? Confesso que achei bastante paradoxal o texto de hoje. Me fez pensar.

- disse...

Lindo! beijos, beijos ;*

Anônimo disse...

feminista estúpida mal comida.
ponto.

kamala Santos disse...

Nossa adorei tudo aki!
parabens ..
da uma passada la no meu e me segui ♥
muitos beijos
[good vibe]