quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Fora do Trilho



Meu tempo é outro, me encontro alhures...
Em vão acompanho um trem que não passa nessa estação.

E aqui me encontro; sentada a observar o trem e a vida passar...

Por um instante estou dentro dele a viajar. E de repente, tudo parece tão simples e fácil.
Estou ali.
No mesmo lugar, na mesma velocidade e destino.
E por este instante, acompanho o trem...

Então ouço o sinal da partida.
Abro os olhos, estendo a mão.
Só aí me dou conta de que esse trem, justo esse trem, não pára na minha estação.

Logo eu que havia comprado o bilhete e arrumado as malas...

Um comentário:

Rogerio disse...

primeiro trem passou...mas talvez esse não seja o seu...e só esperar o proximo...tudo tem a hora certa...e os trem nunca atrasa,,,,